Lenda Coreana: O Fantasma Virgem

 virgem coreana em uma floresta sombria com um fantasma a sua frente

Histórias de fantasmas em casas assombradas estão por toda parte, mas fantasmas de virgens, só mesmo na Coréia. Lá esses tipos de assombrações são chamadas de Cheonyeo Gwisin (처녀 귀신) e são encontradas (ou melhor: elas encontram você) em lugares com pouca circulação de pessoas ou em construções abandonadas , especialmente hospitais, escolas,  e cemitérios.

O fantasma virgem quase sempre tem cabelos compridos cobrindo o rosto cujas feições são bem sombrias. Aquilo que chamamos de "corpo" fica coberto por uma vestimenta branca chamada de sangbog (상복) usada quando se está de luto. Você seguramente saberá quando estiver na presença de uma dessas aparições ao sentir uma mudança rápida na temperatura local, ou perceber o vento mudando de direção e lhe causando calafrios repentinos inexplicáveis.

Uma lenda urbana muito marcante da nação Coreana foi a de um homem  pobre que morava no andar mais alto de um velho prédio, próximo à favela de Guryong. Antes de prosseguirmos, entenda primeiro que na Coréia não há elevadores em prédios mais antigos, então você teria que fazer muito esforço para subir todos os degraus de um edifício de 10 andares, por exemplo, o que geralmente significava que esse andar mais alto, tinha o aluguel mais barato, e os que estavam mais perto do solo eram os mais caros. 

Fantasma Cheonyeo Gwisin de cabelos compridos e vestido branco
O espírito da virgem
Pois bem, continuando a falar sobre o ocorrido, o tal homem acordou certa noite com alguém batendo na porta de seu apartamento. Daí ele se levanta da cama e pergunta: "quem é?" e uma voz feminina ameaçadora o instrui que ele deveria fechar os olhos, contar até 100 e não gritar senão ele iria morrer. O morador abriu a porta curioso mas trêmulo, vasculhou o corredor escuro e não havia ninguém lá. Sendo, porém um homem supersticioso, fechou os olhos e começou a contar até 100 em sussurros. 

Aquele senhor (já de uns 30 anos) permaneceu imóvel até chegar na metade da contagem e como parecia não acontecer nada de estranho, resolveu abrir os olhos. Para seu azar, bem à sua frente e a uma distância de um palmo de seu rosto,  estava uma Cheonyeo Gwisin olhando para ele enfurecidamente e se contorcendo como uma serpente prestes a atacar.

ACheonyeo Gwisin são espíritos errantes de jovens virgens que morreram tragicamente por suicídio devido a uma grande desilusão amorosa ou que foram assassinadas por ciúmes de parentes muito próximos como o pai ou o irmão mais velho. A partir do momento em que desencarnam, seus espíritos inconformados, cheios de ódio e buscando vingança por não terem se casado e entregado sua virgindade ao amor de suas vidas, vagueiam à procura de homens que mais se pareçam com seus assassinos. Caso suas vítimas terminem a tarefa de contar até 100, ao abrir os olhos o fantasma da virgem se materializa temporariamente e lhes dá uma noite de delícias e prazeres sexuais tão intensa e inesquecível que os homens só conseguem falar depois de três dias.


Espírito da virgem amaldiçoada atacando homem
Se você não obedece à Fantasma Virgem, ela se vinga!
Se a vítima for desobediente e interromper a contagem, abrindo os olhos, a Cheonyeo Gwisin os perfura, se gritar, ela arranca a língua e por mais uma vez ter sido privada de se juntar sexualmente a alguém, a virgem fantasma destroça seus órgãos sexuais com suas unhas de uma maneira que você se torna imprestável para satisfazer qualquer outra mulher nesse mundo.

Agora que você já sabe o destino daquele homem do apartamento que parou de contar no número 50, tome cuidado! Se a voz de uma donzela dos infernos te pedir para contar, nunca hesite, porque isso pode acontecer com você ainda esta semana ou pior: hoje à noite na escuridão do seu quarto. Aguarde!

Comentários