ARMIN MEIWES: CANIBAL DE ROTEMBURG E MESTRE AÇOUGUEIRO


O canibal alemão de Rotenburg e mestre açougueiro Armin Meiwes


O que você faz quando desejos insanos invadem sua mente? Você mata alguém e come?

Alguns traços de personalidade insana já afloravam em Armin Meiwes enquanto crescia. Sua mãe costumava ler aquela estória da bruxa que aprisionava duas crianças para engordá-las e comê-las, a clássica "Joãozinho e Maria". A parte da estória que mais lhe fascinava era no momento em que o menino Joãozinho estava para ser comido.

o canibal Armin Meiwes jovem e sua mãe
O canibal Armin Meiwes e sua mãe
Meiwes sentiu desejos canibais quando menino, depois que seu pai e seus dois irmãos saíram de casa.Ele fantasiou comer seus colegas de classe e até mesmo o personagem Sandy, um garoto loiro herói da série de TV Flipper. Esses sentimentos ficaram mais fortes ainda após a morte de sua mãe.

Durante toda sua infância, Meiwes, o canibal de Rotemburgo, nutria desejos por ter um irmão mais novo. Alguém que, conforme suas próprias palavras, "fizesse parte dele". Já na idade adulta, A mente doentia que se desenvolveu em Armin Meiwes encontrou o meio ideal para satisfazer sua obsessão de estar ligado a uma pessoa: a prática do canibalismo.

Valendo-se da internet, o "Mestre açougueiro" de Rotenburg, fez contato com mais ou menos 400 indivíduos interessados em canibalismo onde no site The Cannibal Cafe Armin Meiwes publicou o seguinte anúncio:


"Procuro uma pessoa forte, entre 18 e 30 anos 
para ser abatida e depois comida"



O engenheiro Bern Jurg masoquista morto por Armin Meiwes
A "vítima" de Meiwes:
disposto a virar carne na panela
Muitos responderam ao anúncio, mas depois recuaram. Logo apareceu Bernd Jurg Armando Brandes, um engenheiro da cidade de Berlim, um maluco que era obcecado por ter sua carne literalmente devorada.

Duas pessoas psicologicamente insanas, Armin Meiwes (canibal de Rotemburg) e Bern Jurg (o "engenheiro banquete" de Berlim) decidiram juntar a fome com a vontade ser comido. 

Em março de 2001 eles se encontraram na residência do canibal e começaram os rituais com Brandes (voluntário a virar refeição) tomando 20 comprimidos para dormir e meia garrafa de aguardente. É importante dizer que todos os passos foram gravados em um fita de vídeo com 2 horas de duração, tudo com o consentimento da vitima, Brands.

Casa onde matou e comeu Brandes
Casa do canibal onde aconteceu a matança
No segundo passo deles, Brands insiste para que Meiwes arranque seu pênis com uma mordida, só que não deu certo e Meiwes precisou usar uma faca para removê-lo. Por ser de uma textura "dura para se mastigar" Meiwes fritou o penis com sal, alho , vinho e pimenta com um pouco de gordura humana de Brands, mas acabou queimando o "tira-gosto" e teve que o dar para seu cachorro.

Por estar sangrando muito devido ao corte do órgão genital, Brands entrava e saia da consciência. Após hesitar bastante, Meiwes finaliza o massacre apunhalando sua refeição na garganta e depois pendura o engenheiro sem vida em um gancho de carne. Brands é esquartejado e partes do seu corpo são armazenados, algumas em porções de carne picada, dentro de um freezer, camuflados sob caixas de pizza. 


O Canibal de Rotemburg é o Hannibal Lecter da vida real

Há alguns fatos aterradores sobre Armin Meiwes, o  canibal alemão. Ele não apenas cumpriu suas fantasias de comer outra pessoa, mas conseguiu encontrar um voluntário masoquista que desejou isso e o ajudou a conquistar o assustador título de "Mestre Açougueiro".

canibal Hannibal Lecter e o canibal de rotemburgo juntos
Armin Meiwes é Hannibal Lecter
Armin Meiwes não recebeu esse título  por acaso, pois ele era um autêntico Hannibal Lecter na vida real, um homem que encontrou beleza na preparação culinária da carne humana. 

Quando os detetives finalmente bateram na porta de sua fazenda, em dezembro de 2002, seus sonhos bizarros foram descobertos junto com um vídeo de duas horas documentando a natureza macabra  de suas ações. Armin já  havia comido cerca de 20 kg da carne de sua vítima.


Pouco tempo antes de seu julgamento, o canibal admitiu preparar partes do cadáver de Brandes (com um certo requinte culinário semelhante ao Dr. Hannibal Lecter do seriado Netflix) utilizando azeite, alho, pimenta e noz-moscada, para comê-lo juntamente com brotos, batatas e  vinho tinto sul-africano em uma mesa festivamente decorada tendo um dos pés de sua vítima como enfeite dessa mesa.
sala de jantar onde Meiwes comia carne humana
Sala de jantar do canibal 

Armin Meiwes continuou dando uma de Hannibal Lecter desidratando um osso do braço no forno para produzir uma farinha tenebrosa depois de triturá-lo. Ele enterrou os outros ossos, a pele e as entranhas de Brandes em seu próprio jardim enquanto recitava o Salmo 23 da Bíblia Sagrada.

Em uma entrevista concedida a uma revista, Meiwes também revelou que  acreditava que depois de ter comido o engenheiro Brandes,teve seu inglês melhorado de nível uma vez que Brande sabia falar muito bem em inglês.

Qual é o sabor da carne Humana?

cadáver da vítima do mestre açougueiro canibal cerrado ao meio
Corpo de vítima do "Mestre Açougueiro" cerrado ao meio

Após ser descoberto pelas autoridades e preso, o canibal de Rohtenburg  satisfez a curiosidade das pessoas em saber como era o sabor da carne humana. Vejamos o que ele disse:


"A carne tem sabor de porco, um pouco mais amarga e mais forte. Tem um gosto muito bom."

"A primeira mordida foi, é claro, muito estranha. Foi um sentimento que não consigo descrever. Passei mais de 40 anos desejando, sonhando com isso."

"...eu estava tendo a sensação de que estava realmente alcançando essa conexão interior perfeita através de sua carne. A carne tem gosto de carne de porco, mas mais forte."

Armin Meiwes foi condenado por homicídio culposo em 2004 a oito anos de prisão. O caso incomum atraiu muita atenção, especialmente porque havia recebido uma pena muito leve.

Em 2006, Meiwes teve uma revisão de pena e foi finalmente condenado por assassinato à prisão perpétua. Ele afirma estar escrevendo suas memórias durante seu encarceramento e que se tornou vegetariano.Você acredita nisso? Aceitaria um convite dele para jantar?


Banheira onde o cadáver de Brandes foi lavado
O cadáver sendo cortado e a banheira usada na limpeza do corpo

Deixe suas impressões sobre o mestre açougueiro canibal nos comentários e compartilhe essa matéria com seus amigos!

Comentários