18 FATOS CURIOSOS E ESTRANHOS SOBRE O NATAL

papai-noel-estranho-e-curioso-segurando-taco
A história está cheia de coisas diferentes e interessantes sobre o Natal. Das tradições mais antigas às práticas internacionais mais estranhas, o Natal nem sempre é  festejado no mundo da mesma maneira como vemos aqui no Brasil. Então, se você quiser saber mais sobre o lado esquisito desse famoso feriado, verifique esses 18 fatos curiosos e estranhos sobre o Natal.


1 -  O NATAL  ORIGINOU-SE NO PAGANISMO

deuses Mitra e Invictus

Na Roma do século 2, em 25 de dezembro as pessoas estariam festejando o nascimento daquele que veio  para distribuir altruísmo, sabedoria e boa vontade entre os homens. Celebrações religiosas homenageariam seu nome no dia mais sagrado do ano e poucos dias antes, as famílias estariam trocando presentes e comendo bastante nas ceias.

Essa descrição parece ser do Natal, mas não é. Trata-se de uma festa em comemoração ao “nascimento” do deus Mitra dos persas, o símbolo da luz. Os soldados romanos adotaram Mitra como deus e no decorrer do século 2, tornou-se uma das divindades mais respeitadas em Roma. Porém, qualquer semelhança com o Natal cristão, não é simples coincidência.

A celebração do Natal no dia 25 de Dezembro como o nascimento de Jesus Cristo foi estabelecida no ano 350, pelo Papa Júlio I, bispo de Roma que oficializou a data para coincidir com essa festa pagã que homenageava o deus Sol Invictus romano que em um período da história romana confundiu-se ao deus Mitra dos persas se tornando o mesmo deus, ambos representações da luz, da bondade e do sol.


2 - TRÉGUA DE NATAL

sodado britânico e alemão se cumprimentando durante trégua de natal

Em 1914 durante a Primeira Guerra Mundial e na semana anterior ao Natal, soldados britânicos e alemães resolveram fazer uma trégua natalina. A tensão entre os dois lados diminuiu tanto que eles decoraram os abrigos, trocaram saudações festivas, entoaram canções de natal além de trocarem alimentos e presentes com seus inimigos. As tropas de ambas as partes também foram amigáveis osuficiente para jogarem uma boa partida de futebol.

3 - EM 25 DE DEZEMBRO A MORTE FAZ HORA EXTRA

caveira banguela em um caixão funerário
Pesquisadores da Universidade da Califórnia (EUA)  analisaram 57.451.944 registros de óbito feitos entre 1979 e 2004 nos hospitais americanos e descobriram que morrem mais pessoas nos dias 25 e 26 de dezembro e 1º de janeiro do que em qualquer outro dia do ano. Aqui no Brasil há um aumento de mortes no trânsito quando chega dezembro.

4 - O TRENÓ DO NOEL E O CAVALEIRO SEM CABEÇA

rena puxando trenó na neve

O trenó que Noel usa para distribuir presentes tem sua origem em um conto do escritor americano Washington Irving publicado em 1812, onde São Nicolau de Mira voa sobre as árvores em um vagão voador. Curiosamente, Washington Irving, é o mesmo autor do conto A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça.

5 - COMO NOEL FAZ PARA ENTREGAR TODOS OS PRESENTES?

papai noel entregando presente no trenó
Os cientistas americanos calcularam que o Papai Noel teria que visitar 822 casas por segundo para entregar todos os presentes do mundo na véspera de Natal, viajando a 650 milhas por segundo.
Dado os diferentes fusos horários, o Papai Noel tem 36 horas para entregar presentes, portanto, sua velocidade média seria de aproximadamente 650 milhas por segundo. É menor que a velocidade da luz (portanto, é, teoricamente, possível, mas ainda bastante difícil para um velho gordinho).

6 - PORQUE SE PENDURA MEIAS NA LAREIRA?

meias penduradas na lareira à espera de presentes do papai noel
Existem duas estórias que podem explicar porque no natal as pessoas penduram meias na lareira: em uma delas diz que vem de um costume holandês de deixar sapatos cheios de comida para os burros de São Nicolau. Ele deixaria pequenos presentes em troca. 

Na segunda estória, conforme uma antiga tradição, um comerciante , pai de três garotas, havia falido e não tendo o dinheiro  para os dotes de seus casamentos tentou prostituí-las. São  Nicolau ao saber disso,  foi à casa do comerciante e jogou três sacos de moedas de  ouro pela chaminé da casa que vieram a cair nas meias das moças, pois elas as tinham pendurado perto do fogo da lareira para secar. 

7 - A COCA-COLA MUDOU O PAPAI-NOEL

papai noel de roupa vermelha bebendo coca cola e papai noel antigo com roupa verde

Papai Noel nem sempre se vestiu de vermelho. Antes da década de 1930, havia diferentes tipos de Papai Noel, exibindo uma variedade de roupas de diversas cores. Em um cartão postal de 1908, ele é apresentado usando luvas, gorro e casaco verde.

Desde 1920 a Coca-Cola já usava a imagem do Papai Noel para vender o refrigerante, mas foi somente a partir de 1931, com a contratação do ilustrador americano Haddon Sundblom que o "bom velhinho" foi adquirindo a aparência com que o conhecemos hoje.
Para animar os consumidores a beberem Coca-Cola no inverno, Haddon Sundblom o redesenhou com bochechas vermelhas e um simpático sorriso. Sua barba e cabelos ficaram mais volumosos insinuando serem tão macios como algodão, a roupa recebeu um vermelho vivo deixando um Papai Noel todo repaginado, feliz e acolhedor. Desde então, em todas as campanhas da Coca-Cola, por mais de 30 anos, era assim que noel era apresentado. Isso consolidou o visual do Papai Noel encantador dos dias atuais.

8 - OS NOMES DO PAPAI NOEL

Papai Noel assumi nomes diferentes pelo mundo afora: Kriss Kringle na Alemanha, Le Befana na Itália, Pere Noel na França, Deushka Moroz (significa avô Frost) na Rússia, no Havaí o Papai Noel se chama Kanakaloka, na Holanda, Sinterklaas. Na Grã-Bretanha, passaram a chamá-lo de Father Christmas (Papai Natal).

9 - A LENDA DOS 13 PAPAIS NOÉIS ISLANDESES

os 13 papais noéis da Islândia conforme lenda do país
Na Islândia existe a lenda bizarra dos 13 papais noéis (Jólasveinar) que são filhos de uma mulher troll centenária e monstruosa, a Grýla. Eles vivem dentro de uma caverna nas montanhas. A mãe deles, Grýla, é tão má que só deixa os filhos saírem uma vez ao ano e cada um deles em dias separados, durante os 13 dias que antecedem o Natal. Os 13 papais noéis  ficam tão felizes com isso, que trazem presentes para as crianças. Esses noéis tem nomes que revelam  características estranhas deles. Por exemplo: 
  • Jólasveinn o “Lambedor de colher”. Chupava o dedo quando pequeno. Sua mãe Grýla deu tanto tapa na sua orelha que ele começou a lamber colheres de pau.
  • Stekkjarstaur, é o “Terror do curral ”, pois gosta de roubar o leite das ovelhas e bagunçar o estábulo.
  • Hurðaskellir, o “Batedor de portas”, fissurado pelo som de uma porta batendo forte ou de uma dobradiça sem óleo,  uma vez que na caverna onde mora não tem porta.

10 - JAPONESES COMEM FAST FOOD DE NATAL NO KFC

japoneses em fila para entrar no fast food KFC

Os japoneses tradicionalmente reservam seus lugares com dois meses de antecedência. no KFC para a véspera de Natal. Embora a porcentagem de cristãos no Japão seja diminuta, todo Natal, crianças e adultos vão parar em uma lanchonete da rede de fast food KFC ( Kentucky Fried Chicken) para saborear um pouco de frango frito, tudo graças à uma bem-sucedida campanha de marketing "Kentucky for Christmas!" feita em 1947 inicialmente voltada para estrangeiros.
A KFC ofereceu um "jantar de Natal" contendo frango e vinho - uma refeição que lembrava remotamente os alimentos que os turistas tinham em casa. A coisa toda fez muito sucesso e o Kentucky Fried Chicken começou a promover essa oferta todos os anos.


11 - OS DEMÔNIOS DO PAPAI NOEL HOLANDÊS

demônios raptando crianças

De acordo com o folclore local, na Holanda, Sinterklaas (a versão holandesa do Papai Noel) chega da Espanha e não do Polo Norte. Lá o Sinterklaas, tem alguns pequenos ajudantes, mas eles não são duendes adoráveis como é de se imaginar: são meninos e meninas (que estão mais para demônios) com faces pretas que podem roubar os filhos de seus pais caso eles se comportem mal, levando-os para a Espanha como castigo.

12 - EM ALGUNS PAÍSES ARANHAS SÃO BEM VINDAS NO NATAL

Na Alemanha, Polônia e Ucrânia, encontrar uma aranha ou uma teia de aranha em uma árvore de Natal é considerado um indicador de boa sorte. Conforme diz a lenda, uma aranha teceu um cobertor para aquecer o menino Jesus.


13 - NAMORADOS SE SEPARAM MAIS EM DEZEMBRO

namorados com relacionamento rompido

De acordo com dados analisados de postagens e status do Facebook, os casais tem uma maior frequência para terminem o relacionamento duas semanas antes do Natal. No dia 25 de dezembro, no entanto, é o dia menos frequente para rompimentos amorosos.

14 - ALGUNS RECORDES DO NATAL

Árvore de Natal gigante na Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro
  • A maior árvore de Natal flutuante do mundo já registrada, com 70 metros de altura e 900 mil lâmpadas, fica na Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro, Brasil.
  • 62.824 é o número recorde de cartões de Natal enviados por uma única pessoa em um ano.
  • 30.000 foi o número de participantes do maior amigo secreto de todos os tempos, organizado pelo Reddit em 2012.

15 - ÁRVORES DE GANSO MORTO NO NATAL

ganso lamentando por árvores de natal feitas com pena de ganso
A primeira árvore de Natal artificial foi criada a partir de penas de ganso tingidas de verde. Elas foram desenvolvidas na Alemanha do século 19, por causa do desmatamento contínuo de florestas. Aliás, é creditado à Alemanha o início do uso tradicional de árvores no Natal.
As árvores de Natal foram decoradas primeiro com frutas (principalmente maçãs) e, posteriormente, as pessoas começaram a usar velas e em seguida luzes elétricas (1895) para decorar essas árvores.
Acredita-se que foi o assistente de Thomas Edison (inventor da lampada elétrica) quem teve a ideia de luzes elétricas para árvores de Natal.

16 - YULE, O BODE NATALINO DE GAVLE

bode yule sendo incendiado por vândalos
Desde 1966 a cidade de Gävle na Suécia constrói um bode natalino feito de palha de 13 metros de altura, o bode YuleEssa é uma tradição ligadao deus Thor, cujas carruagens eram puxadas por bodes. O problema é que ano a ano os habitantes de Gävle acham mais graça na destruição do bode Yule do que em tê-lo como adereço. 

Ao longo dos anos, Yule já foi incendiado por turistas americanos, atropelado por um carro, teve o sistema de segurança invadido por hackers e atacado por adolescentes bêbados. O mais inusitado ataque foi quando o bode foi destruído por papais noéis vândalos que incendiaram a palha do coitado com flechas flamejantes.

17 - O TERRÍVEL KRAMPUS

krampus agarrando criança
Krampus é uma criatura meio bode meio demônio que é o oposto do bom velhinho chegando as ser citado como o anti papai noel. Segundo a tradição enquanto São Nicolau recompensa as boas crianças, Krampus sai para capturar as que se comportaram mal, carregando-as dentro de um saco.

Tradicionalmente, rapazes se vestem de Krampus nas duas primeiras semanas de dezembro (especialmente na noite de 5 de dezembro) e vagam pelas ruas assustando as crianças com correntes e sinos enferrujados. Em algumas zonas rurais, a tradição permiti a Krampus aplicar surras punindo as crianças malcriadas com uma vara.


18 - PENSINIQUE, O KRAMPUS BRASILEIRO

grupo de pensiniques no meio da rua

No Brasil, há resquícios da tradição de Krampus em Santa Catarina, no Vale do Itajaí  onde ele é chamado de Pensinique. Lá ele aparece vestido com roupas velhas , cabelo de palha, e leva um saco nas costas como o Papai Noel  com objetos para assustar as crianças más, e as  que foram muito más, o Pensinique as ameaça levar embora dentro do saco.

No começo de dezembro o Pensinique sai para caminhar pelas ruas arrastando correntes, grita no meio do mato saindo dele no dia de São Nicolau para fazer uma visitinha  às crianças malvadas e desobedientes. Sua figura é usada por alguns pais para manter as crianças na linha ao  afirmarem a seus filhos que ''vão contar'' sobre o comportamento da criança ao Pensinique.

Comentários