16 FATOS BIZARROS E ESQUISITOS SOBRE A MORTE - PARTE 2

caveira bizarra usando moletom e olhando esquisito para frente
A morte é uma das maiores certezas de nossa breve existência. Apesar de fúnebre precisamos entender esse ''processo da vida''. Vamos aprofundar mais um pouco nesse assunto e averiguar alguns fatos sobre a morte bem bizarros e estranhos que são tão  esquisitos que parecem uma cena retirada de filmes de terror. Aproveite a leitura enquanto você ainda respira.


OS MORTOS PODEM OUVIR

 homem fazendo sinal de silêncio ao lado de um caixão
Cientistas da Universidade de Southampton (Reino Unido) encontraram evidências de que a consciência humana pode continuar por pelo menos alguns minutos após a morte clínica ou seja, mesmo depois que nada mais funcione em seu corpo, bem naquele momento que você é dado como morto pode ser que você entenda tudo o que estará acontecendo em sua volta. Você ouvirá o médico plantonista dizendo a seu respeito: "Hora da morte: 15 horas e 30 minutos". Aliás a audição é o último dos 4 sentidos a desaparecer depois da morte.



CORPOS QUE NÃO SE DECOMPÕEM

 corpo incorrupto da Santa Bernadete exposto em um caixão de vidro
Tem corpos que se recusam a entrar em decomposição e eles são chamados de corpos incorruptos, ou seja, são cadáveres que se mantém em um inesperado estado de conservação mesmo que não tenham sido submetidos às técnicas de embalsamamento. Muitos religiosos veem esse fato como um milagre e para bagunçar um pouco a cabeça, alguns cadáveres incorruptos chegam até mesmo a exalar odores de natureza agradável.

Na foto acima  pode ser visto o corpo incorrupto de Santa Bernadette Soubirous, exposto no Convento de Saint Gildard na França.




 O CHEIRO DA MORTE PODE SER O MESMO CHEIRO DO SEXO

mulher transando com cadáver de homem na cama
Duas moléculas ligadas ao odor fedido dos cadáveres em putrefação: cadaverina e putrescina. Ambas se formam pela decomposição dos aminoácidos em organismos vivos e mortos, estando presente no necro chorume.

A cadaverina não está relacionada somente com a putrefação, sendo também produzida em pequenas quantidades pelos humanos ainda vivos. É em parte responsável também pelo cheiro característico do sêmen e das infecções vaginais.


APÓS MORRERMOS O QUÊ ACONTECE AO CORPO?

crânio humano totalmente decomposto
Além das bactérias que vivem no meio ambiente, os seres humanos também têm muitas bactérias vivendo no interior do corpo. Após a morte, os mecanismos de defesa contra micro-organismos causadores de doenças (como os anticorpos por exemplo) se desfazem e as bactérias começam a se multiplicar ajudando a decompor o corpo.

Após a morte, o pâncreas e outros locais cheios de enzimas digestivas digerem a sí mesmos e depois o resto do corpo. Esse processo chama-se autólise. Nas células cerebrais a morte chega alguns minutos após o coração parar, já as células da pele podem sobreviver até 24 horas.



VOCÊ É UM MORTO AMBULANTE

zumbi bizarro
Não é fácil dizer o número correto de células que nascem e morrem em nosso organismo a cada dia, mas estima-se que o corpo de um adulto sadio produza mais ou menos 432 trilhões de células novinhas todos os dias.

As células musculares cardíacas e neurônios não possuem reposição natural. Uma vez que tais células são danificadas, não ocorre o aparecimento de novas células. Outra questão é que os tecidos vão reduzindo os processos de renovação e reparação  à medida que envelhecemos, até que a quantidade de células que morrem ultrapasse o número das células que nascem e daí quem sabe se não nos transformamos em verdadeiros mortos ambulantes.



INSETOS FOFOCAM SOBRE OS DEFUNTOS

cadáver em decomposição com a ajuda de larvas
A polícia científica ou cientistas forenses conseguem determinar a causa mortis, as circunstâncias da morte e há quanto tempo (aproximadamente) alguém veio a óbito, apenas observando as espécies de insetos presentes em um cadáver.

DIAMANTE DE MORTOS

diamante feito com cinzas de defunto
Uma empresa dos E.U.A. chamada LifeGem cria diamantes a partir das cinzas dos cadáveres cremados. Em seu site é possível ler o seguinte texto: " LifeGem...um autêntico diamante criado a partir das cinzas de seu ente querido como um memorial para sua vida única e maravilhosa." Vai querer encomendar um? Os preços chegam perto dos 20 mil dólares.



SÍNDROME DE COTARD

 mulher ferida depois de pular de um local alto
Na Síndrome de Cotard que também é chamada de Síndrome do Cadáver Ambulante as pessoas acreditam estarem mortas ou que seus órgãos estão apodrecendo. Essa doença é uma ameaça à vida porque muitas pessoas  tentando provar estão realmente certas já pularam de cima de prédios ou entraram na frente de veículos para "mostrar para os outros que estavam mesmo mortas".

Comentários